Rede Iberoamericana de Universidades que promove o empreendedorismo universitário

Formulário de procura

Noticias

Gabriela Romero: «Aprendi que o mais importante para uma empresa é o know-how»

14 Junho 2017

Portuguese
Gabriela Romero, durante su estancia BoosterWE en la empresa AERIS Technologies

A compostagem é um setor em plena expansão com cada vez mais famílias, comunidades e municípios a criarem instalações do tipo para tornar mais sustentáveis os ambientes urbanos.  É nesse contexto que se enquadra o projeto da Gabriela Romero, empreendedora mexicana  quem com o BoosterWE passou 12 semanas a aprender como funciona uma empresa de tecnologias ambientais.

Realizou o seu estágio na AERIS, uma spin-off da Universitat Autònoma de Barcelona constituída por peritos do grupo de investigação GENOCOV- que trabalha há mais de 25 anos na área da I+D no tratamento de águas e gases residuais. “Quando imaginava uma empresa de tecnologia ambiental que realiza vendas internacionais, pensava era num edifício gigante com imensos equipamentos pesados e laboratórios.  Mas encontrei um gabinete pequeno, arrumado e limpo e uma pequena adega com materiais» explica a Gabriela ao falar-nos das suas primeiras impressões na AERIS. «Depois, em conversa com o diretor da empresa, confessava-me que a AERIS considera-se ainda uma empresa pequena, mas com imenso potencial, e é por isso que faz uso dos seus recursos ao máximo (...) aprendi, portanto, que aquilo que se importa para uma empresa é o know-how».

O projeto empreendedor da Gabriela Romero consiste na criação de uma empresa dedicada à venda de sistemas de biodigestão compactos a pessoas e organizações centradas na sustentabilidade, permacultura e hortas urbanas.  A sua instalação deveria servir para converter resíduos orgânicos em gás combustível para cozinhar (biogás) e adubo líquido (biol) de alta qualidade para as culturas.  Na AERIS «estão a me assessorar na questão técnica para que avalie os meus designs de protótipos de biodigestores» explica a Gabriela, e ainda «em gestão empresarial, marketing e estratégia empresarial, para reforçar a minha ideia de negócio e melhor poder localizar o meu eventual nicho de mercado».

Até agora, uma das atividades dela durante o seu estágio BoosterWE, é o trabalho orientado para a «criação de um vínculo» entre uma empresa mexicana de tecnologia ambiental e a sua empresa de acolhimento a fim de que a AERIS arranje uma via de internacionalização no México.  Neste sentido, a Gabriela já participou em diversas reuniões entre ambas as empresas, tendo contribuído com «apoio mútuo em questões de design e assessoramento para o meu protótipo, a fim de que, ao regressar ao México, prossiga com o desenvolvimento do design sob o assesoramento da empresa mexicana». 

Aprender a empreender e descobrir novas experiências

Esta empreendedora do Instituto Politécnico Nacional de México “estava ansiosa por aprender temas de gestão empresarial e como uma empresa real resolve as suas problemáticas, como procuram clientes...».  Todos esses tópicos não aparecem «na minha formação de engenharia, ao ponto de que a gestão empresarial não existe praticamente, sendo que ela reveste grande importância para poder empreender um negócio»

Por junto, a sua experiência na cidade condal está a ser muito completa e enriquecedora. «Barcelona é incrível, uma cidade multicultural em que encontras todo o tipo de nacionalidades nas ruas e localizações turísticas.  Está cheia de história. Além disso deparei com um grupo de caminhadas e foi mesmo impressionante», explica a empreendedora mexicana. Do ponto de vista profissional «a equipa da AERIS recebeu-me com imenso carinho e sempre disponíveis para resolver qualquer dúvida que tivesse sobre a minha estadia e hospedagem e para dar-me o tempo e atenção de que necessitasse, colocando a sua empresa como exemplo sobre como implementar uma gestão, tratando dos «erros», que, mais do que erros, constituem aprendizagens, e os acertos que se transforma em vendas».  

 

COMPARTIR EN