Rede Iberoamericana de Universidades que promove o empreendedorismo universitário

Formulário de procura

Noticias

SOLA, um projeto que melhora as competências das universidades para promover empresas inovadoras

09 Março 2016

Portuguese
"Kick-Off Meeting" do Projeto SOLA na Universidade de Santiago de Compostela

A primeira reunião do projeto europeu SOLA (Spin-Off Lean Acceleration), liderado pela rede universitária RedEmprendia, decorreu nestes dias em Santiago de Compostela. O Kick-Off Meeting do programa decorreu entre 7 e 9 de março na Universidade de Santiago de Compostela e incluiu três jornadas de formação intensiva com empreendedores universitários, técnicos de incubadoras e centros de apoio ao empreendedorismo, com o intuito de melhorarem os seus conhecimentos em internacionalização e desenvolvimento de negócios.

O reitor da USC, Juan Viaño, o presidente da RedEmprendia, Senén Barro, e o presidente da câmara de Santiago de Compostela, Martiño Noriega, deram o pontapé de saída ao primeiro encontro do projeto, cujo objetivo é reforçar as capacidades das universidades para acelerar spin-off e startups baseadas no conhecimento que valorizem a I&D dos grupos de investigação universitários.

Apoiar o empreendedorismo de alto impacto na Europa e na América Latina

O SOLA é um projeto internacional co-financiado pelo programa Erasmus+ da União Europeia, liderado pela RedEmprendia com o apoio do Banco Santander através do Santander Universidades. No consórcio participam duas universidades espanholas -a Universidad Autónoma de Madrid e a Universidade de Santiago de Compostela-, a Universidade do Porto (Portugal), a Universitá della Calabria (Itália) e a consultora europeia Devalar. Da América Latina são duas universidades brasileiras -a Universidade Estadual de Campinas e a Universidade de São Paulo- e duas colombianas: a Universidad de Antioquia e a Universidad EAFIT a integrarem o projeto.

No quadro do projeto, com dois anos duração, serão desenvolvidas várias atividades de partilha e análise de forças e fraquezas das universidades quanto ao apoio ao empreendedorismo de alto impacto baseado no conhecimento, orientadas para a criação dum percurso formativo comum que possa ser implementado nas incubadoras, parques científicos e aceleradoras das universidades da Europa e da América Latina.

Neste primeiro encontro, os responsáveis e pessoal técnico das universidades e os investigadores, estudantes e graduados da USC com interesse em empreender, participaram em três workshops direccionados para as particularidades do empreendedorismo universitário. “Lean Canvas e redefinição estratégica”, ministrado por Fernando Martínez, consultor de Somoza, Valdueza y Asociados Consultores, serviu para os assistentes ficarem a par da metodologia lean startup e da sua aplicação na identificação de segmentos de mercado e na consolidação das equipas empreendedoras. Em  “Finanças para empreendedores universitários”, Santiago López, da  UNIRISCO Galicia destacou as principais vias para determinar as necessidades financeiras de um projeto, as fontes de financiamento disponíveis para empreender no âmbito universitário e as técnicas para definir a viabilidade de um projeto de investimento.

No último dia decorreu o workshop “Internacionalização de spin-off universitárias”, orientado por Isabel Fernández, responsável de sector do ICEX na Galiza, que tratou das ferramentas essenciais à definição dum bom plano de internacionalização e dum plano de negócio por mercados, bem como dos programas e ajudas do ICEX para melhorar a competitividade internacional das empresas de origem universitária.

COMPARTIR EN